segunda-feira, 13 de junho de 2016

Mesmo sendo rumores...

Olá caros leitores eventuais e assíduos. Existe o ditado popular que diz que “onde há fumaça há fogo”. Vale lembrar que os ditados populares são as parábolas do povo. São uma forma mais simples e direta de explicar alguma coisa. O que ocorre de tempos em tempos no mundo e que vira e mexe, gera desconforto para muitas pessoas, sobretudo para aqueles que seguem o evangelho, é o fato das lideranças da cultura da morte se infiltrarem em tantas instancias na vida das pessoas com o único objetivo: sempre divulgar e propagar suas falácias e sofismas a exaustão numa tentativa que, acaba para alguns surtindo efeito, de vender como certo muitos conceitos que não se alinham com aquilo que pregava Jesus.

Exclusivamente neste artigo, levanto a questão do homossexualismo que é uma desordem condenadíssima nas sagradas escrituras e que aqui neste blog já foi alvo de algumas matérias. Pois bem, o pessoal de lá, aqueles, da cultura da morte, administram em doses homeopáticas a catequese do mundo, usando o ditado da “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. Para os mais atentos, isso não é novidade alguma pois o filme de animação Paranorman, a série de animação do Cartoon Network Steven Universo e Hora da Aventura, só para citar alguns exemplos, entre tantos outros filmes que mais e mais invadem as telas dos cinemas e os lares, já apresentaram muito sutilmente esta temática do homossexualismo. Aos poucos nem as crianças escapam do plano da turma que trabalha para o maligno.

A polêmica do momento está em torno da próxima estreia da Disney Pixar Procurando Dori. O que aconteceu até onde se sabe, é que um trailer de divulgação da animação mostrou um suposto casal figurante de lésbicas em participação única na história. O debate então se instalou entre as correntes que são contra e a favor do tema e a discussão foi levada aos produtores do filme, que “desconversaram” o assunto e se mostraram indiferentes a questão, até com alguns toques de piadinhas, dizendo que não haviam perguntado sobre a sexualidade aos personagens. No entanto, onde o filme já está em exibição, houve uma tentativa de desmentir os boatos uma vez que as personagens não se desenvolveram na história. Mas abramos os olhos caro leitor, que parece uma pincelada sobre a questão, parece. É sugestivo.

Pessoal, concluo o artigo com algumas opiniões minhas. Portanto, passíveis de serem aceitas ou não. Até onde pesquisei , quase todos os rumores e boatos relacionados a este tema tem se mostrados verdadeiros. Digo quase todos porque os poucos que não se enquadraram na veracidade eram calúnias e fofocas. Percebo que existe um interesse de sempre manter estes tipos de assuntos em alta para poder “trabalhar” com a questão em todas as áreas da sociedade. E por que disso? Simples. A técnica é antiga e é enunciada por Joseph Goebbels, que foi ministro da propaganda de Hitler. Dizia ele: “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”.

E não é o que faz satanás? Aquele caído do inferno, ele nem é digno de ser chamado de anjo caído, os anjos não merecem isso e meu anjo da guarda não merece. Pois então, isso fazem essas pessoas. Elas procuram manter na crista da onda seus temas de interesse para que o comum se torne normal. Para nós, porém, cristãos defensores do evangelho cabe a vigilância, a prontidão, a incansável luta pelo que é certo e que vem de Deus. Estejamos sempre alertas porque o inimigo não descansa. Ele já está derrotado e só lhe cabe fazer com que mais pessoas percam o céu. Se sentimos em casa algum cheiro de queimado, corremos para a cozinha para ver se alguma panela não está queimando a comida. Façamos sempre o mesmo na vida. Afinal, a nossa salvação depende de darmos as costas para o mal, e não para Deus.


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas