quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Adultério no instagram

Mateus 5,26-27 – “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu, porém, vos digo: todo aquele que lançar um olhar de cobiça para uma mulher, já adulterou com ela em seu coração”. Pois bem caros leitores, Jesus, que não veio para abolir a lei mas leva-la à perfeição (Mateus 5,17), não poderia ser mais direto. A exigência do amor de Deus é tamanha, que para alcançarmos a estatura de Cristo no caminho de nossa santificação, precisamos ter um olhar sobrenatural sobre todas as criações de Deus. Um olhar como o de Jesus.

Toda a nossa existência precisa ser santa (Mateus 5,48), e para isso é preciso também a colaboração do corpo. Nossos sentidos, responsáveis pela nossa interação com o mundo e entre todos os seres viventes, são constantemente foco de investidas do mal com a finalidade de torna-los objetos de nossa queda. O inimigo sabe que a concupiscência existe em nossa natureza humana e pode ser alimentada pelos sentidos e pelas ofertas de prazeres terrenos associados a ganância e ao egoísmo. Por isso mesmo, podendo, o diabo mundaniza a beleza humana sugerindo aos distraídos e afastados de Deus, que pudor e modéstia são coisas do passado. Se você é belo ou bela, ganhe dinheiro com o seu corpo, que mal existe?

E esta tentação tem ganhado cada vez mais adeptos inclusive nos aplicativos de redes sociais. Entre eles, destaca-se neste artigo o instagram. Aplicativo para compartilhamento de imagens e vídeos. Como funciona a coisa. As grandes empresas, de olho no exibicionismo e vaidades de alguns, oferecem um contrato de marketing para a pessoa posar com seus produtos. Uma vez que elas percebem a enorme quantidade de “clicks” por conta da sensualidade intencionalmente exibida, estas empresas querem “usar” o corpo destes internautas, que já se submetem e se promovem às custas de seus corpos, para promover suas marcas e produtos.

O sucesso acontece. Empresas lucram, pessoas lucram e os seguidores que não param de engrossar as fileiras dos que serão condenados ao inferno são o combustível que alimenta toda essa engrenagem maléfica. Todas tornam-se seguidoras dessas mulheres e homens que promovem seus corpos, com fotos e vídeos sensuais, com o propósito de sempre manter acesso o desejo de todos aqueles que estão a olhar estas imagens. Postando fotos e vídeos que quase mostram as partes íntimas, no coração de todos os escravos do pecado, brotam todos os ingredientes que irão afundar mais e mais cada um na lama que leva ao abismo eterno.

Jesus nos alertou sobre se pecar com o pensamento porque, fatalmente, se este princípio de incêndio não for apagado no início, a grandiosa labareda não poderá mais ser contida. Portanto, existe perigo no mau pensamento e sempre deve ser evitado. No entanto, enquanto os cristãos lutam para educarem seus filhos dentro dos valores católicos, o mundo luta para doutrinar a todos com sua receita do ser, ter e poder.

De simples olhadas nestas fotos sensuais, ao vício da masturbação, a uma busca de sites pornográficos, a uma busca de sites de relacionamentos, a uma concretização física do pecado que já está sendo cometido a muito tempo, lá atrás, naquele primeiro “clique” que parecia inofensivo e não tinha nada demais, todos os envolvidos caem por terra, uns adulterando e outros idolatrando, mas, todos, pecando gravemente, ofendendo a Deus e perdendo a única chance de salvar a única alma que possuem. Os prazeres do adultério e da idolatria de pessoas e do dinheiro serve apenas para este mundo. São escolhas que são feitas que apenas geram frutos e obras que colocarão todos que não enxergarem a verdade que liberta (João 8,32) e se arrependerem, na fila da esquerda (Mateus 25,41).


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas