sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Sobre o Anjo da Guarda

Superiores a nós, pois foram criados do fogo e do Espírito de Deus, na história da humanidade são vários os relatos de suas assistências. Divididos hierarquicamente seguem as ordens do criador e executam tantas e tantas tarefas nesse mundo, em todas as esferas, sempre com um fim único, a salvação das pessoas.

Esse Deus, que é amor e se preocupa com cada um de nós, nos deixou, a cada um, um guarda espadas, um fiel escudeiro, um braço direito, um aliado poderoso, que não nos cobra nada pelos seus serviços, auxílios e assistências: nosso anjo da guarda. Sua missão principal é nos conduzir até o céu não interferindo em nosso livre arbítrio concedido por Deus. Que tarefa difícil não é mesmo! Digo difícil porque muitos de nós humanos, entristecem a Deus diariamente quando abrem mão deste presente tão bem quisto por ele, que é a companhia incessante deste anjo da guarda em nossas vidas.

Ele sabe mais que nós e vê a Deus face a face. Sabe o que é melhor para nós e como devemos nos comportar e agir para alcançarmos o céu. Por isso, já que ele não pode, por ordem divina, interferir em nosso livre arbítrio, constantemente nos comunica seu auxílio em nossas mentes e corações, suscitando em nós os bons pensamentos e atitudes. Sabem aquela tal de intuição? Pois é caros leitores, é o seu anjo da guarda.

E como é maravilhoso contar com ele e mais ainda, nos aproximarmos dele, pedirmos sua assistência, invocarmos em todas as tarefas do dia e sermos realmente seus amigos além de seguirmos sua orientação. Devíamos também nós, mentalmente nos acostumarmos a cumprimentar não só o nosso anjo da guarda, mas o anjo da guarda das pessoas. Essa é uma realidade espiritual, que embora não possamos ver como alguns santos podiam, pelo testemunho deles e pela fé, que nos garante a palavra de Deus, devemos sim colocar em prática. Recebemos de graça e porque tantos não fazem jus desta graça? É pena, pois entristecem a Deus. Mal sabem...

Pois bem, ser amigo do anjo da guarda é muito salutar. Quanto mais você rezar para ele, mais pedir para ele, acreditem, ele vai se fazer cada vez mais presente em sua vida. De minha parte, posso dar este testemunho. Minha proximidade com ele é tamanha a ponto de minhas intuições poderem ser mentalmente ouvidas e respondidas também. Para mim soa estranho não conversar com ele, seja em oração ou não, durante o dia. Isso seria como ignorar uma pessoa que está com você, não dando atenção alguma para ela. Não é porque não o vejo que não vou dar a mínima. Muito pelo contrário.

Ele me ajuda pelos caminhos, me defende dos perigos, me faz evitar trajetos, me ajuda nas orações, me aconselha quando peço e me exorta até quando e como preciso me confessar. E não só a mim, seu anjo da guarda faz exatamente o mesmo. Enfim, ele sabe como devo agir e me comportar para agradar a Deus e poder um dia entrar na glória dos céus. A ele sou muito agradecido e não vejo a hora de um dia poder conhece-lo e se for permitido nos céus, poder abraça-lo, porque com a ajuda dele eu terei chegado lá.

Todos os dias falo com ele, não só em pensamentos e orações, mas falo mesmo, converso. E posso atestar, que nosso grau de santidade à medida que aumenta nos permite o diálogo de várias formas. É muito gratificante viver essa realidade todos os dias. Não deixem para amanhã, comecem hoje, comecem agora a se relacionar com ele. Se não conhecem a oração do Santo Anjo, que também é uma oração indulgenciada parcialmente, aprendam e a coloquem em prática. Seu anjo irá ficar muito feliz em ver que você abriu seu coração para aceita-lo de forma mais constante em sua vida. Ele, que é quem leva seus pedidos e agradecimentos durante o ofertório da missa, ele que é quem apresentará a Deus os sufrágios que nos fizerem quando estivermos no purgatório, ele que eleva a Deus suas próprias orações e súplicas por nós, quando relaxamos em nossa fé, esse incansável aliado nos ama por amor a Deus e quer que alcancemos a vida eterna para morar num lugar maravilhoso que ele já conhece e quer que conheçamos um dia também.

Catequese e Orações aos Anjos


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas