sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

A repreensão

Lucas 9,51-56 – “Aproximando-se o tempo em que Jesus devia ser arrebatado deste mundo, ele resolveu dirigir-se a Jerusalém. Enviou diante de si mensageiros que, tendo partido, entraram em uma povoação dos samaritanos para lhe arranjar pousada. Mas não o receberam, por ele dar mostras de que ia para Jerusalém. Vendo isto, Tiago e João disseram: Senhor, queres que mandemos que desça fogo do céu e os consuma? Jesus voltou-se e repreendeu-os severamente. [Não sabeis de que espírito sois animados. O Filho do Homem não veio para perder as vidas dos homens, mas para salvá-las.] Foram então para outra povoação.”

Marcos 8,32-38 – “E falava-lhes abertamente dessas coisas. Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo. Mas, voltando-se ele, olhou para os seus discípulos e repreendeu a Pedro: Afasta-te de mim, Satanás, porque teus sentimentos não são os de Deus, mas os dos homens. Em seguida, convocando a multidão juntamente com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém me quer seguir, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Porque o que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas o que perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, salvá-la-á. Pois que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua vida? Ou que dará o homem em troca da sua vida? Porque, se nesta geração adúltera e pecadora alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os seus santos anjos.”

Olá caros leitores, com esses pequenos trechos dos evangelhos podemos refletir um pouco a respeito da atitude de se chamar a atenção de alguém, da atitude de repreender. Como podemos observar nos escritos acima, uma coisa nos deve ficar bastante clara: quem repreende precisa saber das coisas e ter autoridade para tal. Haja vista a tentativa de Pedro tentar chamar a atenção de Jesus sem o devido conhecimento de causa, ahhh Pedro Pedro...

Pois bem, eis aí um fator importante. O vínculo entre autoridade e conhecimento. E é uma atitude que o Cristo espera de cada um de nós; pois nos é ensinado na bíblia que não devemos ser omissos quando podemos ajudar alguém que está a cometer um erro e ficamos quietos achando de forma egoísta que o céu é um lugar somente para pessoas como nós. Triste engano porque tantas vezes estamos em maus lençóis, muito pior até que aquela pessoa que pecaminosamente julgamos ser pior do que nós e agimos de forma ingrata quando alguém nos estende a mão, porém não agimos assim para com o próximo. Esquecemos muito facilmente que, como dizem os antigos, Deus está vendo.

Sejamos firmes, sejamos imitadores de Jesus (1ª Coríntios 11,1) que nunca se acovardou e repreendeu a todos que era necessário, que o digam os fariseus... e o ato de repreender afasta de nós uma atitude acoada e de covardia e tibieza da alma. Sobre isso também somos alertados na bíblia. No livro do Apocalipse 21,8 encontramos uma lista dos pecadores condenados e a fileira começa pelos tíbios, ou seja, pelos covardes.

Não repreender por medo da reação adversa, ou para ser politicamente correto ou para agradar a plateia não é o que Jesus espera do católico, se queremos evitar dissabores por aqui lembremos que não há como evitar o julgamento do justo juiz. Como pais, amigos, casais, colegas, conhecidos ou seja em que status estivermos, nada nos dispensa das obrigações cristãs.


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas