segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Jesus disse "Eu sou"

Caros leitores, Jesus disse que ele e o pai são um (João 10,30) e quem o vê, vê o pai (João 12,45). Desta forma vamos iniciar o artigo retomando um pequeno trecho do livro do Êxodo onde nosso criador já nos ensina sobre esta questão do “ser”. Êxodo 3,13-15 – “Moisés disse a Deus: “Quando eu for para junto dos israelitas e lhes disser que o Deus de seus pais me enviou a eles, que lhes responderei se me perguntarem qual é o seu nome?” Deus respondeu a Moisés: “EU SOU AQUELE QUE SOU”. E ajuntou: “Eis como responderás aos israelitas: (Aquele que se chama) EU SOU envia-me junto de vós.” Deus disse ainda a Moisés: “Assim falarás aos israelitas: É JAVÉ, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, quem me envia junto de vós. Este é o meu nome para sempre, e é assim que me chamarão de geração em geração”.

Ainda no livro da antiga aliança (o antigo testamento) encontramos outras passagens onde Deus ao ensinar e conduzir o seu povo, afirma sua autoridade e majestade dizendo: “Eu sou o Senhor, seu Deus. Ora, em Malaquias 3,6 – pelo profeta ele nos diz “Eu sou o Senhor seu Deus e não mudo” e ainda em Isaías 45,23 – “minhas palavras não serão revogadas”. Pois bem, muitos podem cair na tentação de achar que Deus tem algum problema de insegurança e por isso precisa sempre ficar afirmando para povo que ele é Deus. Mas não se trata disso, em português bem baixo, é o povo que é cabeça dura mesmo e precisa ouvir esta verdade até que ela se torne algo natural e impregnado na natureza humana. E vemos que, como sempre, Deus tinha razão, haja vista até os dias de hoje essa máxima religiosa não ter entrado na cabeça de tantas pessoas. Muitos nem creem em Deus. Então onde está o exagero? Não existe.

Já, após decorrido a plenitude dos tempos, a revelação completa do pai nos é dada pelo Cristo, que como já sabemos é um com ele. Por isso também ouvimos de sua boca a grande expressão do “Eu sou”. Fiquemos atentos por um momento no evangelho de São João, onde podemos encontrar grandes ensinamentos que nos acalentam, nos confortam e nos deixam seguros de que, com Jesus, a vitória é certa.

João 6,35 – “Jesus replicou: EU SOU o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede.”
João 6,41 – “Murmuravam então dele os judeus, porque dissera: EU SOU o pão que desceu do céu.”
João 6,48 – “EU SOU o pão da vida.”
João 6,51 – “EU SOU o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo.”
João 8,12 – “Falou-lhes outra vez Jesus: EU SOU a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”
João 8,23-24 – “Ele lhes disse: Vós sois cá de baixo, EU SOU lá de cima. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. Por isso vos disse: morrereis no vosso pecado; porque, se não crerdes o que EU SOU, morrereis no vosso pecado.”
João 8,57-58 – “Os judeus lhe disseram: Não tens ainda cinquenta anos e viste Abraão!... Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: antes que Abraão fosse, EU SOU.”
João 10,7 – “Jesus tornou a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo: EU SOU a porta das ovelhas.”
João 10,9 – “EU SOU a porta. Se alguém entrar por mim será salvo; tanto entrará como sairá e encontrará pastagem.”
João 10,11 – “EU SOU o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas ovelhas.”
João 10,14 – “EU SOU o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim,”
João 11,25 – “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.”
João 14,6 – “Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.”
João 15,1-2 – “EU SOU a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto.”
João 15,5 – “EU SOU a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”
João 18,37 – “Perguntou-lhe então Pilatos: És, portanto, rei? Respondeu Jesus: Sim, EU SOU rei. É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo. Todo o que é da verdade ouve a minha voz.”


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas