sexta-feira, 19 de maio de 2017

A importância dos Testemunhos

Tessalonicenses 1,10-11 – “Naquele dia [no dia juízo] ele virá e será a glória dos seus santos e a admiração de todos os fiéis, e vossa também, porque crestes no testemunho que vos demos. Nesta esperança suplicamos incessantemente por vós, para que nosso Deus vos faça dignos da vossa vocação e que leve eficazmente a bom termo todo o vosso zelo pelo bem e a atividade de vossa fé.”

2ª Coríntios 1,12 – “A razão da nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência de que, no mundo e particularmente entre vós, temos agido com santidade e sinceridade diante de Deus, não conforme o espírito de sabedoria do mundo, mas com o socorro da graça de Deus.”

1ª João 5,5-11 – “Quem é o vencedor do mundo senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? Ei-lo, Jesus Cristo, aquele que veio pela água e pelo sangue; não só pela água, mas pela água e pelo sangue. E o Espírito é quem dá testemunho dele, porque o Espírito é a verdade. São, assim, três os que dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue; estes três dão o mesmo testemunho. Aceitamos o testemunho dos homens. Ora, maior é o testemunho de Deus, porque se trata do próprio testemunho de Deus, aquele que ele deu do seu próprio Filho. Aquele que crê no Filho de Deus tem em si o testemunho de Deus. Aquele que não crê em Deus, o faz mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus deu a respeito de seu Filho. E o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu Filho.”

Pois muito bem, caros leitores, como vemos a questão do testemunho tem muita importância aos olhos de Deus. Haja vista que um falso testemunho é considerado por ele como pecado grave e pode, se consentido, abraçado e aceitado e não levado ao arrependimento, nos privar da glória eterna. As escrituras sagradas são maravilhosamente claras. As passagens que separamos para este artigo nos mostram que acreditar no testemunho que vem de Deus e dar testemunho dele é algo que, como diz em Tessalonicenses, será para nós motivo de glória e admiração. Sim, porque quando o fim dos tempos chegar, todos que foram perseverantes no testemunho de vida e de Deus, finalmente irão participar definitivamente da feliz eternidade do paraíso.

No entanto, a turma que optou pelo falso testemunho não passará ileso pela corte celestial. É sempre uma questão de escolha. Se ouvimos um testemunho verdadeiro e dele podemos retirar frutos para nossa vida e para passar adiante, ótimo, está funcionando como deve. Se o testemunho verdadeiro não nos atinge talvez nosso coração esteja começando a se endurecer, já esteja duro ou esteja envenenado por sentimentos que não lhe permitem mais crescer no amor de Deus, que é pura caridade. Se um testemunho não nos atinge de forma positiva em nenhuma instância de nosso ser, a situação então pode ser considerada urgente. Como somos um campo de batalha e um composto de corpo e alma, possuímos muitos continentes dentro de nós que precisam se configurar ao Cristo. Se não está acontecendo nenhuma transformação precisamos dar parada total nos motores, encostar o navio no estaleiro e começarmos a investigar imediatamente a causa ou as causas desse comportamento que pode ser considerado enfermo.

E como sabemos que a coisa está andando para frente? Quando conseguimos ouvir, entender e aprender e quando conseguimos falar a partir do coração, não apenas da boca para fora, como faziam os fariseus hipócritas, tão criticados por Jesus.

Artigo relacionado:

As sete coisas que Deus odeia


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas