segunda-feira, 22 de maio de 2017

LGBT - Direitos Iguais?

Nem começo o artigo dizendo que me desculpem as lésbicas, os gays, os bissexuais e os travestis e transexuais porque não há o que pedir desculpas para essas pessoas que se julgam no direito de zombar de Deus da forma como eles zombam da religião.

Gálatas 6,7-8 – “Não vos enganeis: de Deus não se zomba. O que o homem semeia, isso mesmo colherá. Quem semeia na carne, da carne colherá a corrupção; quem semeia no Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.”

Na carta aos Romanos 1,28-32 está escrito que este tipo de pessoa irá se condenar ao inferno por conta de suas atitudes. Não só na carta aos Romanos mas em várias passagens tanto no antigo quanto no novo testamento. Ainda por cima existe um agravante secular que é o esforço dos adeptos dos direitos humanos a promover uma igualdade de direitos civis e morais desse tipo de pessoas com as pessoas que vivem o molde e valores familiares pensados, desejados e criados por Deus e testemunhado pelas sagradas escrituras a partir do livro do Gênesis. Se algum cristão, católico ou não sai em defesa de sua fé é automaticamente tachado de homofóbico, racista, preconceituoso, radical, fundamentalista e assim por diante.
(Na foto ao lado homossexual introduz crucifixo no ânus) Agora, eles fazerem suas paradas gays e outras formas de protestos contra as religiões aí tudo bem, nem as autoridades civis e militares e tão pouco as lideranças religiosas tomam ou conseguem tomar providências para conter ou eliminar essa forma de manifestação. E não adianta se rebelar, se indignar, acontece e pronto. Ora, são os direitos previstos na constituição. Poupe-me desses discursos viu! Ainda bem e graças a Deus que assim como Jesus disse que nenhum copo de água que dermos irá ficar sem recompensa quanto mais todas essas ofensas diretas que a humanidade faz contra seu criador, redentor e santificador irá passar em branco.

Jesus disse que os últimos serão os primeiros. Isso se aplica na conversão ao catolicismo porque sempre a geração atual, é a última e por providência divina se converte aderindo ao corpo de Cristo se tornando como os primeiros cristãos. Sempre, porém, existiram aqueles que não aceitam a causa divina porque ela proíbe tudo que é contrário ao evangelho. Então o que resta para essas pessoas que querem fornicar, adulterar, praticar sexo desregrado separando o ato sexual exclusivo dos esposos em santo matrimônio, numa festa de luxúria carnal recheada de toda a forma de práticas, é se revoltarem contra Deus, se tornarem seus inimigos e incentivarem o aqui e agora no meio dessa abominação demoníaca bem ao estilo de Sodoma e Gomorra.
No livro de Tobias está escrito que pessoas que praticam sexo dessa forma, sobre elas é que o diabo tem poder (Tobias 6,16-17).
Agora, a aparente impunidade, descaso social e das autoridades, escândalo frente as verdadeiras famílias e toda a forma de desconforto moral e do pudor, parecem ganhar terreno a cada dia como se esse tipo de transformação da humanidade fosse algo necessário, inevitável, moderno e evolutivo. O consolo para os filhos de Deus é que, em nossa perseverança precisamos depositar toda a nossa vida e confiança na proteção dos céus. Deus não vai abandonar quem renuncia a si mesmo e leva sua cruz, dia após dia (Lucas 9,23). O dia do juízo chegará para os bons e maus. Quem zombou de Deus e quem amou a Deus passarão pelo crivo da justiça divina.


Artigo relacionado:

Homossexualismo e as Sagradas Escrituras


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas