terça-feira, 16 de maio de 2017

Pobre do nosso corpo

Como é triste andarmos pelo mundo afora e vermos o presente de Deus, nosso corpo, sendo utilizado para tantas outras coisas que não o seu fim último: o da santidade e serviço a Deus e ao próximo por amor a Deus. O corpo que irá ressuscitar no último dia e se apresentará junto com nossa alma perante o justo juiz. Em suas aparições Nossa Senhora tem pedido a oração constante do Santo Rosário e a oferenda de sacrifícios pela conversão dos pecadores e reparação pelas ofensas diárias que seu filho sofre por conta de tantos pecados e das muitas modas que existem no mundo. Que consolo, no entanto, para aqueles que compreendem a graça que receberam de serem tutores desse bem tão precioso, que um dia poderá se tornar um corpo glorioso, assim como o de Jesus ressuscitado, para poder entrar no reino dos céus. Mas, essa forma escolhida por Deus para interagirmos aqui na terra, lugar tão bem chamado de vale de lágrimas, já que no início dos tempos o pecado, invenção angélica, se instalou e se disseminou por toda a humanidade, como vemos no livro do Gênesis, foi corrompida e nos remeteu para fora do paraíso. Agora, na plenitude dos tempos, Jesus Cristo colocou ordem na casa. Aquele de quem muitos ouviram falar e não dão bola para o que ele diz. E diz até os dias de hoje, porque vive a direita do pai. Quem não acredita e escolheu pagar o preço muito que bem, não é por falta de aviso. Comportam-se como se não soubessem as coisas e sabem, porque é mais fácil e exige menos esforço virar as costas para o problema e para as responsabilidades.

Pois bem, as portas do paraíso foram descadeadas por Jesus. A chave que ele usou para abrir esse cadeado foi o seu sangue. Pagando um preço que ninguém podia pagar, estamos resgatados da dívida impagável e nos foi concedido a graça de nos esforçarmos para passar por esta porta (Mateus 11,12). Ou alguém achou que tudo bem, beleza! Vamos festar e depois no fim de nossas vidas continuaremos a festar lá no céu, para sempre? Viva! Jesus quebrou meu galho! Os que pensam por esta linha são aqueles que não levam a sério a vida que tem, seu propósito e seu destino. Fazem do seu corpo uma área de lazer, uma vitrine de vaidades, um cabide de doenças e dão com isso grande desgosto ao seu criador. Pobres, fingem esquecer ou não querem se lembrar que vivem pelo milagre ordinário e cotidiano que Deus lhes proporciona todos os dias. Num instante gozam os prazeres e orgias da vida e no outro poderão estar vegetando numa cama, dependendo de quem lhes limpem até suas intimidades. São arrogantes, metidos, soberbos e olham para o próximo como se fosse um inferior, mas, se esquecem de que Jesus disse que o que fizerem a alguém, estarão fazendo a ele mesmo. Num instante Deus pode lhes conceder, por amor, grandes sofrimentos e mudar suas vidas para sempre, numa tentativa de que se arrependam e voltem seu olhar para a eternidade do paraíso. Porém, se aceitam, voltaram para o seio do pai, senão, serão entregues as suas paixões (Romanos 1,28-32).

Vejam esse exemplo das fotos. Uma jovem tailandesa de 21 anos, que movida pela sua vaidade e pela moda fez algumas tatuagens. Depois arrependeu-se porque a tatuagem iria atrapalhar sua relação no trabalho. E percebam caros leitores que não se arrependeu porque profanou seu santo corpo recebido de Deus, arrependeu-se por motivos mundanos. Mas Deus que é amor, também é justo e nos mostra que as coisas não são do nosso jeito, são do jeito dele. A moça por não ter dinheiro para pagar uma cirurgia de remoção a laser, resolveu comprar pela internet um produto químico para passar no corpo, na esperança de remover a tatuagem. Olhem o resultado, foi um desastre. Se quiserem ver fotos mais chocantes acessem o site original (clicando aqui) onde a matéria pode ser lida na íntegra. Tomem cuidado e sejam prudentes, são imagens fortes. É fato que existe a tecnologia para se remover tatuagens e restaurar a pele. Deixo como exemplo o endereço de uma empresa americana especializada nesse serviço. Chama-se Picosure. Este acontecimento ainda nos remete a outra mensagem: Devemos ter cuidado! Certas decisões que tomamos podem impactar muitas coisas, muitas pessoas, nossa existência no aqui em vida e depois da morte. Precisamos seguir o exemplo de Jesus, que em cada momento de sua vida terrena, quando precisava tomar alguma atitude ou iria passar por alguma situação importante, se recolhia em oração ao Pai, pedindo o necessário. Assim devemos ser, o Espírito Santo Paráclito que nos foi prometido para nos recordar tudo que o mestre nos ensinou e nos ensinar toda a verdade está aí. Esquecido por muitos que só lembram que ele existe quando pronunciam o sinal da cruz. Precisamos recorrer em oração pedindo os dons da sabedoria, inteligência, ciência, fortaleza, conselho, piedade e temor de Deus, os sete dons do Espírito Santo. Não conseguimos sozinhos (João 15,5), se nos afastamos de Deus vamos deixando de ser purificados e nos contaminando com as coisas do mundo. Se escolhemos receber agora a nossa recompensa, nosso corpo paga o preço agora e nossa alma pagará o preço depois.

Vídeo relacionado:


Duração = 12min56s


fonte: Jefferson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas