segunda-feira, 26 de junho de 2017

Sempre pelas Famílias

Cuida do seu povo e da sua religião, nos ensina Deus através do primeiro livro de Macabeus 3,43. Nosso povo começa dentro de nossa casa, é a nossa família. Pelos filhos, marido e esposa, devemos por amor a Deus, nos empenharmos para seguir o que ele nos ensina em Deuteronômio 6,6-7. Os pais sabem que o que de melhor podem oferecer aos seus filhos, sem sombra de dúvida alguma, é Deus. E não devem deixar a criança crescer para decidir por conta própria, devem, o quanto antes, inserirem no coração dos pequeninos, de forma muito sólida e enraizada as verdades que não passam, assim, eles irão crescer acostumados a fazerem parte do rebanho do Senhor. Será natural para cada um viver feliz e contente, libertos do pecado, sofrendo as provações que por amor são enviadas para um dia, depois de sua caminhada neste vale de lágrimas e suas obras, serem eternamente felizes no reino que para todos Deus preparou.
Neste final de semana, mais um evento dessa natureza aconteceu na Paróquia São Rafael, em Curitiba-PR. A turma da catequese infantil, comandada pelos catequistas Ygor e Nicoli, participaram de um encontro com seus pais onde lhes foi apresentado o tema Sagrada Família em nosso contexto. Durante o encontro, aconteceram palestras, roda de conversações e contação de histórias, apresentação teatral, reflexões e confraternização. Com maestria o organizador do encontro, o Ygor, acolheu a todos e de forma muito bonita, simples e direta soube conduzir com muito amor e dedicação ao que faz, todos os participantes durante a hora e meia que muito rapidamente passou. A Nicoli, com sua simpatia e muito carinho para com os pequenos criou no encontro o clima familiar, como acontece em casa quando pais e filhos se sentam ao redor da mesa para conversarem sobre as coisas da vida e como foram seus dias. Nada escapou ao olhar atento dos pais e seus filhos. O dinamismo do encontro evitou a monotonia e a seriedade do tema foi transmitida de forma que, tanto pais quanto filhos, puderam aprender mais sobre o que muito é importante para Deus: a Família.
Também para reflexão foi apresentado pelo catequista Jefferson e sua filha Yasmin, uma história contada em forma de mímica sobre o ponto de vista da criança que ainda não nasceu. De forma muito bonita os presentes acompanharam a reflexão que pais e filhos podem fazer sobre o impacto que seus comportamentos têm em suas vidas e na vida dos que os cercam e em relação a Deus. Mais uma vez, não houve barulho, não houve algazarra, não houve conversas paralelas, não houve celulares roubando a cena. As pessoas que lá estiveram sabiam o que estavam fazendo lá, sabiam porque estavam lá e sabiam o que queriam colher dali. E assim, mais uma vez a catequese cumpre seu papel, com o auxílio e participação dos pais levou aos corações, num esforço em conjunto, guiados pelo Espírito Santo e de forma muito descontraída, um pouco mais do que é tão importante sobretudo, nos dias em que vivemos, onde o mundo e seu mal, muito bem organizado, insiste em afastar da vida das pessoas: Deus e seu plano de amor. Deus nos pensou como família e se fez família nascendo em Belém, do ventre da Virgem Maria. Jesus, Maria e José, a Sagrada Família, modelo de família para todos sem exceção não deve jamais ser deixada de lado porque se pais não se comportarem como São José, se mães não se comportarem como Maria Santíssima e se os filhos não se comportarem como o Menino Jesus que (Lucas 2,48-52) era submisso e obediente aos pais, brechas são enxergadas pelo demônio para, como uma fumaça, penetrar no seio da família e instalar o seu mal. Cuidemos, portanto, do que Deus nos concedeu, a família. Ela nos ajudará a irmos ao céu e cada um de seus membros se ajudarão mutuamente a alcançarem o paraíso.


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas