segunda-feira, 12 de junho de 2017

Tempo de formação

2ª Timóteo 3,15-17 – “E desde a infância conheces as Sagradas Escrituras e sabes que elas têm o condão de te proporcionar a sabedoria que conduz à salvação, pela fé em Jesus Cristo.

Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra.”

2ª Tessalonicenses 3,5-6 – “Que o Senhor dirija os vossos corações para o amor de Deus e a paciência de Cristo. Intimamo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que eviteis a convivência de todo irmão que leve vida ociosa e contrária à tradição que de nós tendes recebido.

Caros leitores, como bem aprendemos das sagradas escrituras, nós que somos membros do corpo de Cristo, que é a sua igreja (Mateus 16,18), vivemos bebendo da fonte da água viva da qual Jesus nos confirma que não mais iremos ter sede. Aprendemos da bíblia que por amor a nós foi inspirada pelo Espírito Santo e nos foi dada pela santa igreja católica e nela aprendemos que além de tudo que ali está, também aprendemos com a tradição:
João 21,23-24 – “Este é o discípulo que dá testemunho de todas essas coisas, e as escreveu. E sabemos que é digno de fé o seu testemunho. Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever. 2ªTessalonicenses 2,15 – “Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa.” E esta mesma igreja, que nasceu na Cruz de Cristo e se tornou católica em Pentecostes recebeu do salvador a missão de administrar os sacramentos e toda a economia da salvação. Desta forma também, através de seu magistério nos concede os esclarecimentos doutrinários através de seus documentos, cartas, encíclicas, exortações e do catecismo. E foi assim, pautada na bíblia, na tradição e no magistério de nossa igreja que aconteceu a quarta formação mensal da Paróquia São Jorge, situada no bairro do Portão, Curitiba-PR.
Numa tarde muito agradável e ensolarada os catequistas se reuniram para compartilharem suas experiências, aprofundarem seus conhecimentos e crescerem um pouco mais nas tão belas verdades de nossa maravilhosa religião católica. Enquanto o tempo foi passando, passo a passo fomos compreendendo como Deus age conosco através dos seus santos anjos e como pode e deve ser nosso relacionamento com eles e por consequência para com o criador de todas as coisas visíveis e invisíveis.
Embora o assunto ficou apenas no campo do que é essencial para nossa salvação, muitos mitos, boatos e disque me disque, foram esclarecidos pois, afinal, como lembramos na formação, a responsabilidade da pastoral da catequese é imensa porque aquilo que fala e o testemunho que se dá para as crianças, jovens, adolescentes e no catecumenato irá contribuir para que sejam construídas na fé, uma casa sobre a rocha ou sobre a areia. Meias verdades, não podem ser ensinadas porque assim sabemos que é como age o inimigo que com elas mistura suas mentiras, confundindo o tão amado povo de Deus. O tempo passou muito rápido e sob olhares atentos e a interação dos catequistas presentes todos aproveitaram cada momento num clima muito acolhedor que ao mesmo tempo manteve a seriedade porque, vamos recordar, todo o assunto que diz respeito a salvação das almas sempre é muito sério. Só temos uma alma para salvar e uma chance apenas, não há tempo para se perder já que não sabemos quanto tempo Deus nos deu. Por isso é tão importante o que fazemos com o tempo concedido. E assim, num encontro de poucos minutos, nenhuma conversa paralela aconteceu, nenhuma distração ocorreu e tudo isso só comprova a grandeza dessas pessoas que ali estavam, pessoas comprometidas com o ministério que exercem, com suas vidas e com as vidas que passam pela catequese que dão. Sempre em frente e como dizia minha padroeira Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus: “nunca desanimeis embora venham ventos contrários”. São os votos e o agradecimento pela excelente e calorosa acolhida de todos.

Um comentário:

Postagens mais visitadas