terça-feira, 17 de outubro de 2017

Por que não recebo graças?

Pessoal, com certeza todo mundo já passou por aquela sensação de estar rezando, rezando, rezando e rezando, pedindo, pedindo, pedindo e pedindo e nada de Deus lhe conceder aquilo que estais a pedir não é mesmo! Pois bem, e em seguida muitos de nós podem cair na tentação de pensar: o que será que eu fiz a Deus para merecer tudo isso? Fulano nem leva a vida tão a sério e para ele tudo é mais fácil e para mim, que me esforço para seguir Jesus, tudo é mais difícil! É isso caro leitor, bem-vindo ao mundo cristão.

Existem alguns motivos que irão responder a essa pergunta e já vou adiantando que todas as respostas são encontradas nas sagradas escrituras mas, como as pessoas preferem passar horas em páginas de redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas ao invés de se dedicarem a aprender com uma leitura atenta da bíblia, ficam se debatendo pela vida como peixe fora d’água. Vejamos como são as coisas.

1- Pode ser que você não receba de Deus a graça que está pedindo justamente porque você não precisa dela, você pede o que quer mas Deus sempre nos concede o que precisamos;

2- Pode ser que você não receba de Deus a graça que está pedindo justamente porque você não a merece, não estais se comportando como filho de Deus;

3- Pode ser que você não receba de Deus a graça que está pedindo justamente porque você não irá trata-la como tal, irá agir como se Deus tivesse obrigação de te atender;

4- Pode ser que você não receba de Deus a graça que está pedindo justamente porque você ainda precisa cumprir algumas etapas da sua caminhada;

5- Pode ser que você não receba de Deus a graça que está pedindo justamente porque você está pedindo como não convém.

Quando não precisamos da graça é porque Deus ainda não vê em nosso interior um amadurecimento nas questões espirituais e ficamos tentando colher graças sem produzir frutos a partir delas. Quando não recebemos porque não merecemos devemos olhar para nosso comportamento e entender que alguma coisa estamos fazendo de errado que está desagradando o criador. Se acharmos que Deus deve nos conceder a graça porque somos seus filhos, mesmo que não tenhamos atitudes de filhos, é certo que não receberemos e um exemplo disso vemos na parábola dos dez leprosos onde somente um voltou para agradecer. Quando é necessário, como aprendemos no livro do Eclesiástico, sofrer as demoras de Deus, pode ser que a graça seja adiada porque antes dela precisamos nos colocar numa posição cristã que nos faça receptivos a graça na dimensão que ela realmente é, pois se tem uma coisa que Deus não costuma fazer, é antecipar uma graça. E ainda, se não pedimos adequadamente, o Altíssimo sabe que se nos conceder irá mexer na medida de nossos sofrimentos, tão necessários para nossa salvação.

As pessoas esquecem muito facilmente que a cruz é a regra, e não a exceção. O sofrimento em todas as suas formas sempre será uma oportunidade para descontarmos nossa estada no purgatório e para livrar a muitos das chamas eternas. É melhor, bem nos recordam os santos sobre os ensinamentos de Jesus, sofrermos e fazermos penitência no aqui e agora, onde tudo é meritório, do que depois da morte, onde tudo é satisfatório. Portanto, se não recebemos de Deus aquilo que pedimos certamente existe um motivo, do contrário Deus seria um injusto e um mentiroso; antes de rotula-lo olhemos para nós mesmos e procuremos enxergar honestamente, aquilo em nós que fazemos tanta força para não ver mas que aos olhos do Altíssimo, que vê no oculto e enxerga os corações, é muito claro.


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas do blog

Postagens mais visitadas no ano