sexta-feira, 18 de maio de 2018

Batalha Diária

No capítulo nove de Atos dos Apóstolos lemos que o Espírito Santo fazia crescer em grande número os cristãos nos primeiros tempos da igreja de Cristo. No capítulo seguinte, lemos que isso se dava por conta da descida desse mesmo Espírito para converter as pessoas. Um pouquinho mais à frente, no capítulo dezesseis, encontramos a confirmação da condução da igreja pelo Espírito Santo quando este comanda os destinos dos apóstolos que saíam pelo mundo a pregar. Voltando ao antigo testamento encontramos uma passagem no livro do Deuteronômio 34,7-9 onde Moisés pela imposição de mãos confere a Josué, filho de Num, pouco antes da morte de Moisés, o Espírito de Sabedoria. Em Efésios, no capítulo 2,18-22, São Paulo vai nos dizer que temos acesso ao pai num mesmo Espírito. No capítulo 3,3-5 São Paulo nos explica que a revelação lhe foi manifestada pelo Espírito de Deus. Conclui no capítulo 06,17-18 que devemos nos empunhar a espada do Espírito, que é a palavra de Deus e em todas as circunstâncias orar por todos ao Espírito Santo.

Poderíamos ir muito adiante neste movimento de encontrarmos passagens que falem da segunda pessoa da Santíssima Trindade, mas para a pequena reflexão que iremos fazer aqui nos basta esta pequena introdução. Reflexão essa que se debruça em três pontos:

Primeiro: O Espírito Santo atua, segundo nossa abertura, para nossa conversão e santificação;

Segundo: O Espírito Santo age na igreja de Jesus através também dos membros do seu corpo (a igreja);

Terceiro: O Espírito Santo, que a mando de Jesus nos recordará todo o ensinamento do ressuscitado e nos ensinará todo o restante, nos auxilia e nos capacita com seus dons, de onde por este viés, a Ele precisamos recorrer a todo instante.

Desta pequena introdução podemos destacar entre alguns, estes três aspectos bíblicos. E a eles podemos acrescentar que Jesus nos disse em seu evangelho que não devemos nos preocupar com nossa defesa porque o Espírito Santo vem em nosso auxílio e nos inspira o que dizer. Como é importante a ciência dessas realidades para podermos sempre, nunca esquecermos de contar com Ele durante a vida toda. A Santíssima Trindade: o Pai que nos cria, o Filho que nos salva e o Espírito que nos Santifica agem em nosso favor com o amor invencível que quer fazer morada dentro de cada um. Neste vale de lágrimas, campo de batalha diária, não podemos lutar sozinhos e de mãos vazias, não possuímos meios próprios e nem força suficiente para rompermos o caminhar até a porta estreita, a entrada da felicidade eterna, precisamos nos unir a Deus Pai, Filho e Espírito Santo e sempre dizer para isso: amém!


fonte: Jefferson Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas