Santa Sofia


Santa Sofia, protetora das mães, das viúvas e intercessora contra as doenças da pele.

O nome Sofia significa "sabedoria de Deus". Santa Sofia nasceu em Roma, então governada pelo Imperador Adriano, perto do ano 130. Ela sofreu grande perseguição, principalmente por Antíoco, que era o prefeito de Roma na época. Santa Sofia se converteu ao cristianismo ainda bem jovem e dedicou toda a sua vida a levar Jesus às pessoas.

Esposa, mãe e viúva

Sabe-se que Sofia foi casada e teve três filhas: Fé, Esperança e Caridade. Esses nomes ela escolheu quando levou as filhas para serem batizadas. Ficou viúva e, sozinha, cuidava das filhas. Assim, educou-as na fé cristã e se tornou um exemplo de mulher virtuosa em Roma.

Prisão e tortura das filhas

Por causa de sua fama na cidade e da perseguição contra os cristãos, o prefeito da cidade prendeu Santa Sofia e suas três filhas. A crueldade chegou a tal ponto que, na presença da mãe, o tal prefeito foi torturando uma a uma de suas filhas, para que ela renunciasse a Jesus e sua fé cristã, e adorasse aos deuses romanos. A Santa e suas três filhas, porém, se mantiveram firmes na fé, na certeza de que Jesus era o único Rei e Senhor da vida delas e de todas as outras.

Sofrimento e morte das filhas

Os torturadores amarraram Santa Sofia para que ela assistisse as torturas de suas filhas e renunciasse a sua fé. A primeira filha, Santa Fé, amarraram, quebraram seus braços e pernas, chicotearam até sua morte. A segunda, Santa Esperança, colocaram em um tacho com betume quente até que ela morresse. E a terceira, Santa Caridade, foi decapitada. Todas foram torturadas à frente da mãe, mas Santa Sofia, sustentada pela força divina, permaneceu rezando por elas e dando forças para que aguentassem sem esmorecer na fé. Todas morreram rezando junto com a mãe.

Deixada viva para sofrer

O prefeito, vendo que Santa Sofia não renunciaria à fé, resolveu deixa-la viva, afim de que sofresse moralmente a perda das filhas. Santa Sofia sofreu, sim, o trauma da morte e a falta das filhas, mas permaneceu firme na fé e encorajando a todos que encontrava. Seu conforto era saber, com certeza no coração, que suas filhas deram a vida por Jesus e estavam na glória de Deus.

Perde todos os bens

Após a morte das filhas, Santa Sofia perdeu tudo que tinha: bens, casa, família, mas continuou levando várias pessoas para o cristianismo, sem perder sua confiança em Jesus Cristo em nenhum momento.

Referência para os primeiros cristãos

Os cristãos eram presos, torturados e mortos. Santa Sofia, então, se tornou uma força para todos. Com seus jejuns, trabalhos e orações, dava grande exemplo de fé e amor a Jesus Cristo e animava a todos. Assim, conseguiu levar milhares de pessoas para a fé cristã.

Morte de Santa Sofia

Algum tempo depois, enquanto rezava sobre o tumulo das três filhas, Santa Sofia caiu morta sobre ele. Foi em 30 de setembro do ano 130 depois de Cristo. Ela foi sepultada no mesmo túmulo de suas filhas.

Milagres

Vários milagres começaram a acontecer, principalmente a cura de feridas na pele das pessoas que iam rezar a Santa Sofia e suas filhas. Por isso, ela se tornou uma das Santas mais venerados no Oriente.

Hagia Sofia

Por causa de seus sofrimentos e da importância de sua história para os cristãos, em sua honra foi construída uma magnífica Basílica em Constantinopla, atual Istambul, Turquia. Trata-se da famosa e esplendorosa Basílica de Santa Sofia, conhecida também como Hagia Sofia. Porém, após a conquista pelos muçulmanos, o magnífico templo se tornou uma mesquita e hoje é um museu. No Rio de Janeiro existe uma igreja, no bairro de Cosmos, dedicada a Santa Sofia.

Oração a Santa Sofia

"Santa Sofia, Sabedoria de Deus, buscastes na contemplação de Cristo Crucificado força e coragem para a tua vida. Não desprezastes a vida na terra, porque teus olhos fixos no Cristo encontravam sentido melhor para tudo o que devias fazer. Indicastes para muitas pessoas o verdadeiro caminho a seguir, procurando na vida de Cristo no Evangelho, a fonte de inspiração para conviver melhor com todos. Ajuda-me a participar mais de nossa religião. De Deus, que é Pai, espero confiante tudo o que preciso para a minha felicidade. Ensina-me a ser sempre agradecido( a ) por tudo o que acontece em minha vida e que eu também ajude outras pessoas a conhecer e a sentir a bondade de Deus."

Santa Sofia, rogai por nós. Amém.


fonte: cruzterrasanta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas